Rio Grande do Sul giro de notícias : vacinação, Eduardo Leite flexibiliza, empresários gaúchos aprovam Bolsonaro, Reforma da Previdência e 30 anos da Lei de Arquivos

Sortimento Futebol - Sortimento Notícias - Sortimento Finanças e Negócios - sortimento.com.br
Sortimento News – Sortimento Giro de Notícias

Rio Grande do Sul giro de notícias : vacinação, Eduardo Leite flexibiliza, empresários gaúchos aprovam Bolsonaro, Reforma da Previdência e 30 anos da Lei de Arquivos

  • – –

Informe produzido pela redação de Sortimentos.com com informações do Matinal Jornalismo, Brasil 61 e assessorias de imprensa. Opinião e intervenções por Fábio Juchen

  • – –

Futebol Campeonato Gaúcho 2021

Gauchão 2021 : jogos, resultados e classificação do Campeonato Gaúcho de futebol

  • – –

Vacina, sim

Começou a vacinação dos servidores do IGP, do Detran e da Polícia Federal, escalonada por idade. Os trabalhadores de apoio ao serviços de saúde com 45 anos ou mais já podem se vacinar em farmácias. A vacinação contra a gripe acontece paralela com a Covid-19. A imunização terá três etapas e vai se estender até julho.

RS supera a marca dos 2 milhões de doses aplicadas contra a Covid-19

O RS superou a marca dos 2 milhões de doses aplicadas de vacina contra a Covid-19. Conforme o painel da Secretaria Estadual da Saúde (SES), 1.639.168 primeiras doses foram contabilizadas, enquanto outras 379.905 da segunda foram aplicadas no Estado. No fim de semana, Porto Alegre deu continuidade à imunização, atendendo pessoas de 63 anos ou mais, e somente num dia mais de 6,6 mil pessoas receberam o imunizante. Nos drive-thrus, 4.459 doses foram usadas e o restante ficou distribuído nas quatro unidades de saúde. Falando em vacinação, um estudo em pré-print (ainda sem revisão por pares) aponta que a eficácia da CoronaVac é maior do que se sabia até então.

Apesar de situação gravíssima, Eduardo Leite libera comércio aos finais de semana

O Rio Grande do Sul está entrando na sétima semana de bandeira preta. Mas apesar do nível altíssimo de risco de contágio da Covid-19, uma classificação feita pelo próprio governo estadual, o governador Eduardo Leite (PSDB) aumentou as flexibilizações de atividades não essenciais.

Leite retirou a restrição de horários para mercados e ampliou o funcionamento de bares, restaurantes e lanchonetes durante a semana, que podem atender até as 22h. Além disso, o chefe do Executivo liberou o comércio não essencial aos sábados e domingos, com o limite de atendimento presencial até as 20h (confira as novas permissões).

Leite falou em “abertura responsável” e prometeu fiscalização para garantir o cumprimento dos protocolos sanitários. Como vem ocorrendo há mais de um ano, as novas flexibilizações agradaram os lojistas, mas assustaram os pesquisadores que vêm alertando dos perigos da circulação de pessoas nas cidades durante a pandemia.

É fato que há indicadores epidemiológicos com tendência de queda, como a média móvel de mortes no Estado, que ficou abaixo de 200 pela primeira vez em um mês. Mas isso não significa que os gaúchos podem relaxar com os cuidados contra o coronavírus, afinal, o índice segue alto – 197 óbitos – assim como a taxa de ocupação dos leitos de UTI, que ontem estava em 92,4%. Na Capital, também houve queda na ocupação dessas vagas, mas as unidades ainda operavam acima de 100% ontem.

Coordenador na Rede Análise Covid-19, Isaac Schrarstzhaupt fez novo alerta para todos os estados brasileiros. No Sul, destacou que RS e SC estão sim desacelerando, mas em patamares “altíssimos de casos”. “Aumentar mobilidade em um patamar tão alto transformará a recém conquistada desaceleração, na melhor das hipóteses, em um platô de muitos óbitos. Como temos muitos casos, é altamente possível ainda voltar a subir rapidamente”, alertou no Twitter. Outro aviso vem do novo boletim da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), que vislumbra um novo agravamento da pandemia nos próximos dias no Sul e no Centro-Oeste.

Bolsonaro mantém prestígio em alta com empresários gaúchos

Nem mesmo a piora da pandemia no País e o andamento vagaroso da vacinação tiraram o prestígio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) junto ao empresariado do Rio Grande do Sul. O chefe de Estado segue em alta na avaliação dos empresários, que consideram que ele é mais uma vítima do coronavírus e que tem feito de tudo para auxiliar o Brasil na luta contra a Covid-19. À Folha de S.Paulo, Paulo Afonso Pereira, presidente da Associação Comercial de Porto Alegre, salientou a postura pró-ativa de Bolsonaro ao ajudar a classe e o restante da população. A criação do Pronampe, programa que liberou crédito a juros baixos para micro e pequenos negócios, foi citada. A visão é de que os governos estaduais e municipais não tomaram medidas positivas, ainda que a administração de Eduardo Leite tenha anunciado iniciativas semelhantes em 2020 e 2021.

Reforma da previdência dos servidores da Capital será retomada na Câmara

A discussão do projeto da reforma da previdência dos servidores de Porto Alegre será retomada, afirma a coluna de Rosane de Oliveira em GZH. Prioridade na gestão de Sebastião Melo (MDB), a proposta estava parada por conta de uma liminar movida pelo Sindicato dos Municipários (Simpa). O entendimento anterior era de que o conselho administrativo do Departamento Municipal de Previdência (Previmpa) pudesse analisar a mensagem retificativa ao projeto encaminhada pela prefeitura. Como o governo retirou o documento, o juiz revogou o efeito da liminar. Melo também retirou o regime de urgência, assim a discussão não irá trancar a pauta da Câmara de Vereadores novamente e ele terá mais tempo para tentar conquistar o apoio de que precisa para aprovar o projeto.

30 anos da Lei de Arquivos será marcado com evento gratuito

Série Interlocuções – 30 anos da Lei de Arquivos | 14 de abril de 2021 às 19h30 | www.youtube.com/AARSArquivistasRs

A Associação dos Arquivistas do RS (AARS) promove a segunda edição da sua série de encontros chamada Interlocuções, com a presença do Professor Jaime Antunes da Silva, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro. O encontro será conduzido pelos arquivistas Cristina Strohschoen dos Santos, presidente e Vinícius Mitto Navarro, vice-presidente da AARS e abordará o marco das três décadas da Lei de Arquivos no Brasil.

Com trajetória profissional de mais de 50 anos no Arquivo Nacional, tendo dirigido a instituição de 1992 a 2016, o painelista foi artífice da lei 8.159 de 1991. De acordo com Cristina “nestes trinta anos os arquivos e a gestão documental receberam maior valorização em instituições públicas e privadas”.

A AARS possui mais de vinte anos de atuação e a formação de arquivistas ocorre em três instituições no estado: UFSM, em Santa Maria; UFRGS em Porto Alegre e FURG em Rio Grande. Para conhecer mais sobre a profissão basta acessar www.aargs.com.br

Rio Grande do Sul Flash News

A Marcha da Família Cristã pela Liberdade na Capital gaúcha na tarde de domingo (12.04) contou com a presença de Roberto Jefferson, presidente do PTB nacional. O protesto, que ocorreu em outras cidades brasileiras, defendeu o presidente Jair Bolsonaro e o voto impresso.

Porto Alegre foi a segunda capital mais quente do Brasil durante o final de semana. Dados do Inmet indicaram que a Capital teve temperatura máxima de 33,7ºC, ficando atrás apenas de Aracajú, no Sergipe.

Em reunião, líderes do MDB gaúcho decidiram colocar o partido como alternativa de centro nas eleições de 2022, informa a coluna de Rosane de Oliveira em GZH.

A prefeitura da Capital prometeu criar um novo espaço cultural na Secretaria Municipal de Educação (Smed). Segundo a administração, o local irá aproveitar boa parte do acervo da biblioteca, que será fechada.

Feijão acumulou alta de 12% no primeiro trimestre. Em março, outros oito itens apresentaram alta na capital gaúcha.

Governo estadual tentará licitar estacionamento na Orla mais uma vez. O segundo certame será realizado na sexta-feira com alterações como o prazo do contrato, que passou de 24 para 48 meses. Com bancos e escadarias, a Rota dos Portais formará roteiro turístico local na Zona Sul de Porto Alegre.